As Grandes Proezas de Um Homem Comum
Conhecimento Bíblico
22 Novembro, 2017, 11:59:48 *
Bem-vindo ao

Conhecimento Biblico,

Você é Membro? . Confirme seu Login ou Registrar-se  

Faça o teste Bíblico




Notícias
: Será que você conhece bem a Bíblia???  Faça o teste de Conhecimento Bíblico. http://www.igrejasunidas.com.br/conhecimentobiblico1/users1a_ajuda.php?convidado=Visitante
 
   Home   Ajuda Pesquisa Calendário Confirme seu Login Registrar-se  
Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  IMPRIMIR  
Autor Tópico: As Grandes Proezas de Um Homem Comum  (Lida 3462 vezes)
Administrador
Administrator
Sr. Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1458



« : 09 Novembro, 2011, 11:23:02 »

As Grandes Proezas de Um Homem Comum
Tiago 5.17

Introdução
Os personagens da Bíblia, não são como os nossos heróis das histórias em quadrinhos, ou dos nossos heróis dos filmes de aventura. Sempre infalíveis.
Eu gostava muito do super-homem. A sua super velocidade, seu super sopro, seu olhar de raio x. Gostei muito, também, de Indiana Jones, que em suas aventuras vivia inúmeras peripécias sem que o chapéu caísse da cabeça. Não sabiam o que era medo, não sabiam o que era dor, frio, fome, sede. Talvez, você tenha tido os seus heróis, talvez você ainda os tenha.
Elias não era assim. Ele era um homem comum, como eu, como você que se encontra aqui neste momento. Houve momentos em que ele sentiu solidão, houve momento em que sentiu medo, teve sede e Deus enviou corvos para alimenta-lo.
Mas, houve um momento em que o zelo pelas coisas de Deus fez de Elias um homem extraordinário. Nós queremos neste momento, meditar sobre um episódio que foi o ápice da carreira profética de Elias.

Em Tiago 5.17, nós lemos: "Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos."
A passagem que quero tomar como referência é 1 Reis 18:24, porém, a nossa mensagem se baseará em todo o contexto que envolve o texto.
"Então, invocai o nome de vosso deus, e eu invocarei o nome do SENHOR; e há de ser que o deus que responder por fogo esse é que é Deus. E todo o povo respondeu e disse: É boa esta palavra."
O texto acima está situado no contexto do desafio de Elias aos profetas de Baal.
Vamos analisar juntos, porque um homem como Elias, semelhante a mim e a você realizou, tão grande proeza.
1. Elias repreendeu corajosamente Acabe e Jezabel.
Nas passagens abaixo vemos o confronto direto de Elias com Acabe e Jezabel.
18.18: Respondeu Elias: Eu não tenho perturbado a Israel, mas tu e a casa de teu pai, porque deixastes os mandamentos do SENHOR e seguistes os baalins.
21.20-24: "Perguntou Acabe a Elias: Já me achaste, inimigo meu? Respondeu ele: Achei-te, porquanto já te vendeste para fazeres o que é mau perante o SENHOR. Eis que trarei o mal sobre ti, arrancarei a tua posteridade e exterminarei de Acabe a todo do sexo masculino, quer escravo quer livre, em Israel. Farei a tua casa como a casa de Jeroboão, filho de Nebate, e como a casa de Baasa, filho de Aías, por causa da provocação com que me irritaste e fizeste pecar a Israel. Também de Jezabel falou o SENHOR: Os cães devorarão Jezabel dentro dos muros de Jezreel. Quem morrer de Acabe na cidade, os cães o comerão, e quem morrer no campo, as aves do céu o comerão."
Se eu estivesse no lugar de Elias, talvez, eu me apequenasse e quando visse a figura de Acabe e Acabe dissesse: És tu o perturbador de Israel? Eu dissesse: "Não é bem isso... Deixe-me explicar... É que há muita gente falando e às vezes distorcem o que eu digo..."
Elias era como eu e você, mas, não agiu com espírito de medo ou de covardia. Ele disse diretamente a Acabe que o perturbador era ele.
2. Elias estava inferiorizado numericamente.
Eram 850 cinqüenta contra 1.
Se fosse eu no lugar de Elias talvez eu ficasse esperando até que Deus mandasse reforços e eu ficasse numericamente em vantagem. Pois, como diz o ditado: "seguro, morreu de velho..." E poderia até justificar dizendo: "eu não sou medroso, eu sou prudente..."
Elias era como eu e você. Mas como faz falta hoje atitudes como a de Elias que não se deixam abater pela força da maioria mas confiando tão somente em Deus é capaz de confrontar aqueles que são contra o Reino de Deus.

18.19: "Agora, pois, manda ajuntar a mim todo o Israel no monte Carmelo, como também os quatrocentos e cinqüenta profetas de Baal e os quatrocentos profetas do poste-ídolo que comem da mesa de Jezabel."

3. Elias confrontou a dubiedade do povo de Israel.
18.21: "Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu."
Se eu estivesse no lugar de Elias, talvez eu procurasse ser mais simpático com aquele povo. Afinal de contas, ele já era odiado por Acabe e Jezabel e estava inferiorizado numericamente.
Elias era como eu e você. Mas não estava preocupado em ser simpático às pessoas, mas em ser aprovado por Deus.
Ele não buscava o aplauso fácil daqueles que por pouca coisa abandonavam até o seu próprio Deus.
Mas buscava ser fiel àquele Deus que nunca falha.

4. Elias tornou as coisas mais difíceis para si mesmo.
Se fosse eu, na minha incredulidade, talvez deixasse a lenha bem seca, e ainda colocasse um pouco de palha no meio, na esperança de que o calor do sol pudesse dar início a um pequeno fogo.

18.34-35 "E disse: Enchei de água quatro cântaros e derramai-a sobre o holocausto e sobre a lenha. Disse ainda: Fazei-o segunda vez; e o fizeram. Disse mais: Fazei-o terceira vez; e o fizeram terceira vez. De maneira que a água corria ao redor do altar; ele encheu também de água o rego."


5. Elias deixou bem claro o sinal do poder de Deus. Cair fogo do céu.
Se eu fosse Elias, talvez eu os desafiasse com um sinal vago e genérico que de alguma maneira me possibilitasse em caso de fracasso, uma interpretação que ao final me fosse favorável.
Elias era como eu e você. Mas ele não buscou o caminho da manipulação da fé, do ludíbrio e do sucesso sem vitória.
Mas ele foi claro, objetivo, no sinal que Deus havia de realizar como manifestação do único e verdadeiro Deus.
Deus é Deus não só para fazer, mas é Deus para anular os intentos dos que se opõem a Ele.
Muitos dos profetas de hoje, são muitos genéricos nas suas profecias. Será que é porque não tem a convicção profunda de que Deus está lhe falando. Quando Deus fala ao profeta, fala claramente e direto. Não existe interferência na comunicação de Deus. O sinal é claro, a mensagem é definida.
Não é do tipo Deus tem um grande plano para sua vida...

A vida e o ministério de Elias, retiram de nós a nossa desculpa preferida de que pessoas como nós não podem fazer muito.
Elias nos esmaga com o peso das evidências. Eu e você nas mãos de Deus podemos muito.
Podemos ter intrepidez diante dos poderosos para falar dos desígnios de Deus.
Podemos confrontar a maioria e vencermos pelo poder de Deus.
Podemos, também, confrontar os que se dizem povo de Deus, mas que têm optado por uma vida dividida entre Deus e Baal. Não é possível servir a Deus sem deixar a luxúria, a lascívia, a vaidade, a mentira, a falsidade.
O caráter santo de Deus não permite essa comunhão de luz e trevas, de pecado e louvor, de comunhão e ódio.
Podemos, ainda, viver a nossa fé sem fazer atalhos, sem confiar na nossa técnica, na nossa capacidade, no nosso desempenho.
Podemos, finalmente, exercitar a nossa fé, pedindo a Deus sinais claros e determinados do seu poder e glória, para que aos olhos do mundo fique patente. O Deus que faz cair fogo do Céu, esse é que é Deus.
Elias era como eu e você. Ele conseguiu. Você também pode conseguir.

Rev. Kleber Nobre de Queiroz - Pastor da 1ª Igreja Presbiteriana Independente de Natal - Email: kleber.nobre@ipib.org
 
Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  IMPRIMIR  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.10 | SMF © 2006-2008, Simple Machines LLC XHTML 1.0 Válido! CSS Válido!