A Quem devemos ser submissos?
Conhecimento Bíblico
14 Dezembro, 2017, 08:39:48 *
Bem-vindo ao

Conhecimento Biblico,

Você é Membro? . Confirme seu Login ou Registrar-se  

Faça o teste Bíblico




Notícias
: Será que você conhece bem a Bíblia???  Faça o teste de Conhecimento Bíblico. http://www.igrejasunidas.com.br/conhecimentobiblico1/users1a_ajuda.php?convidado=Visitante
 
   Home   Ajuda Pesquisa Calendário Confirme seu Login Registrar-se  
Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  IMPRIMIR  
Autor Tópico: A Quem devemos ser submissos?  (Lida 4907 vezes)
Administrador
Administrator
Sr. Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1458



« : 26 Novembro, 2010, 02:30:57 »

 

Existem algumas submissões impostas na vida de todos os seres humanos. Estas não se podem revidar ou rebelar-se. Todavia, quanto à submissão cristã, é na espontaneidade que se revela o verdadeiro espírito de adoração.
PRIMEIRAMENTE DEVEMOS DEMONSTRAR NOSSA INTEIRA SUBMISSÂO A DEUS. "Sujeitai-vos, pois a Deus; Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós". (Tg 4.7). Essa atitude parte de um coração cheio de gratidão pela benção da salvação, Deus é a fonte de toda autoridade e poder dentro da Igreja e fora dela. Quanto mais íntimo dEle formos maiores serão nossas condições para sermos seus representantes. Saber o que Deus quer falar aos homens: Muita oração, muita leitura bíblica, muita santificação e submissão. O cristão que está disposto a pagar esse preço pode falar; se não , fique calado.
SUBMISSÂO AO PASTOR.
Alguns imagimam que há possibilidade de separar a igreja do ministério ou o ministério de Deus. Assim argumentam que prestando obediência a Deus não necessitam submeterem-se ao pastor da igreja. Tais conjecturas não passam de empanturrada soberba, pois quem se submete a Deus também submete-se a sua palavra. É impossivel isolar Deus de sua palavra. " Lembrai-vos dos vossos pastores que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitais, atentando para a sua maneira de viver". (Hb 13.7)."Obedecei a vossos pastores a sujetai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil". (Hb 13.17) (I Cor. 16.15, 16; IPedro 5.5,6). Etc.

Quando o Senhor Jusus revelou o Apocalipse a João , destinou as setes cartas aos anjos das igrejas, sinalizando que a responsabilidade dosutrinária da cada igreja  está relacionado ao pastor da igreja. Temos encontrado muitos que supostamente imaginam-se  obreiros ou servos, mas totalmente insubmissos ao pastor  da igreja. Pessoas que nunca se pode contar com elas e que raramente  dizem sim a uma convocação pastoral. Bibliacamente é inviavel que tais pessoas exercitem o ministério.
UNS AO OUTROS
O Cristianismo é uma libertação do orgulho, da vaidade ou altivez. Isso deveriam gerar enormesfacilidades de convívio e comunhão de uns para com os outros. Entretanto nestes últimos dias temos tido o desprazer de vermos crentes se arranhando  com invejas  contendas, dissensões e carnalidades. Crentes que preferem cortar caminho para não falar com oo outro e  que congregam na mesma igreja, mas vivem fazendo oposição ao outro e com grande dificuldade para liberar perdão. O apóstolo Paulo advertiu a igreja de Corinto classificando-os como meninos e carnais quando detectou falta de submissão e humildade entre eles. (I Cor. 3.1-7). " Nada façais por contenda ou por vangloria, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada pra o que é prpriamente seu, mas cada também para o que é dos outros"( Fl 2. 3-4).
A VONTADE DIVINA
Jesus nos ensinou na oração do Pai nosso  "Venha o teu reino, seja feito a sua vontade..." (Mt 6. 10). Jesus  sendo Deus nos ensinou o caminho da submissão em sua oração no Getsêmani quando  prostou seu rosto em terra e disse: "Meu Pai, se é possivel passa de mim este cálice; Todavia, não seja como eu quero, mas como Tu queres". (Mt 26.39). O Apostolo Paulo descreve a humildade e sujeição de Jesus da seguinte forma: "... Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens".(Fp 2,7) "...Desorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus ". (Fp 2. 5,6).

FINALIZAÇÃO
Que o Espírito de Deus nos dirija a exercitar este disciplina de acordo com os precetos da bíblia Sagrada. É uma capacidade gerada no crente a partir de sua conversão. Acredito que aqueles que não conseguem praticá-la, demonstram que possuem apenas títulos de crentes, salvos, obreiros etc., mas ainda não nasceram de novo, entretanto, a palavra de Deus os adverte que ainda há lugar.

Principios Fundamentais para obreiros EBO
« Última modificação: 27 Janeiro, 2011, 10:33:09 por Administrador » Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  IMPRIMIR  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.10 | SMF © 2006-2008, Simple Machines LLC XHTML 1.0 Válido! CSS Válido!