Imprimir - As Fortificações da Mente

Conhecimento Bíblico

Forum Conhecimento Biblico => ESTUDOS BIBLICOS => Tópico iniciado por: Administrador em 09 Novembro, 2011, 11:22:14



Título: As Fortificações da Mente
Enviado por: Administrador em 09 Novembro, 2011, 11:22:14
As Fortificações da Mente
Efésios 6.12, 13

"Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e, sim, contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai
toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau, e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis." Efésios 6:12-13.

Muitos regenerados podem pensar que a luta espiritual afeta apenas determinadas pessoas. Acham que somente os missionários que estão vivendo no meio do paganismo, sofrem as pressões das trevas. Pensam que os pastores ou líderes que estão envolvidos diretamente na obra de Deus é que enfrentam as lutas mais acirradas com os demônios. Porém, isto não é a verdade. Este conceito não tem fundamento bíblico, é totalmente falso. Todos os regenerados estão envolvidos numa luta contra as potestades do mal. Os cristãos acham-se engajados numa guerra, numa desesperada luta contra um inimigo cruel e impiedoso. Não existe neutralidade, todos nós estamos envolvidos nesta batalha. Por isso é urgente a necessidade de nos fortalecermos com armas adequadas, para podermos lutar contra as investidas do inimigo. O texto de Efésios 6:10-11 afirma: Quanto ao mais, sede
fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo. 
 
Estamos constantemente sendo atacados por inimigos espirituais que habitam nas regiões celestes. São implacáveis e sem misericórdia. São obedientes e fiéis a Satanás e despejam toda a crueldade contra o povo de Deus. A meta principal do inimigo é a invasão da nossa mente e coração. De maneira ardilosa e sutil, ele pode produzir em nós pensamentos e atitudes que vem diretamente das profundezas do inferno. Uma pessoa pode ser genuinamente nascida de novo e ainda assim lutar com pensamentos que comprometem o seu desenvolvimento cristão. Satanás é especialista em disfarces. No livro de 2 Coríntios 11:14 está escrito: E não é de admirar; porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. O inimigo é astuto, pois, através das suas setas malignas, consegue atingir a nossa mente com pensamentos que são contrários ao padrão bíblico. Por isso, devemos tomar muito cuidado e nos defendermos, conforme a Palavra de Deus nos orienta. No livro de Efésios 6:16 está escrito: Embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis
apagar todos os dardos inflamados do Maligno.
Ninguém está imune aos ataques deste perverso inimigo. Temos que combater contra todos os pensamentos que invadem a nossa mente, que são intrusos e não condizem com a verdade da Palavra de Deus. Precisamos questionar estes pensamentos e verificar de onde eles procedem. Se o pensamento tiver sinais de orgulho, incredulidade, lascívia, depressão, condenação, etc., cuidado, pois o inimigo pode estar rondando a sua vida, trazendo para a sua mente toda a sujeira do inferno. Atente para o que está escrito em 2 Coríntios 10:4-5: Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e, sim, poderosas em Deus, para destruir fortalezas; anulando nós , sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo.

Precisamos também estar atentos com as nossas atitudes e emoções. Estas, procedem do nosso coração. As atitudes erradas podem trazer danos ao nosso
crescimento espiritual. No livro de Efésios 4:27 temos esta advertência: Nem deis lugar ao diabo. A orientação é clara, se não resolvermos o problema de nossas atitudes erradas, estamos dando lugar ao inimigo.
 
Atitudes de soberba, rancor, mágoa, falta de perdão, contenda, arrogância e outros, escancaram a porta do nosso coração, para que o inimigo atue. Satanás está fazendo de tudo para manter os filhos de Deus escravizados em suas próprias atitudes egoístas. Porém, há uma ordem no livro de Efésios 4:26b: Não se ponha o sol sobre a vossa ira.

O despojamento do velho homem é imprescindível para que tenhamos vitória em nossa caminhada cristã. É verdade que o nosso velho homem já foi crucificado com Cristo, conforme está escrito em Romanos 6:6: Sabendo isto, que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos. Mas também é verdade que precisamos despojar o velho homem e nos revestir do novo, conforme está escrito em Colossenses 3:8-10: Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar. Não mintais uns aos outros, uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos, e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou. O despojar do velho homem é importante, contudo, revestir-se do novo homem é fundamental para que sejamos conformados à imagem do Senhor Jesus.
 
Uma vez que já somos regenerados em Cristo, precisamos cultivar as virtudes do novo homem. No livro de Colossenses 3:12-17, está escrito: Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem.

Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós; acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição. Seja a paz de Cristo o árbitro em vossos corações, à qual, também, fostes chamados em um só corpo: e sede agradecidos. Habite ricamente em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos e hinos e cânticos espirituais, com gratidão, em vossos corações. E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.

Precisamos alimentar a nossa mente com pensamentos que procedem da Palavra de Deus. O livro de Filipenses 4:8 registra: Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. Também precisamos alimentar o nosso coração com as virtudes procedentes do caráter de Cristo. Lemos em Provérbios 4:23: Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Nossa mente e coração devem ser adequadamente equipados para uma luta contínua, que temos contra um inimigo astuto e incansável.
 
A armadura de Deus envolve armas defensivas e armas de ataque. Cingidos com a verdade, vestidos com a couraça da justiça, calçados com o Evangelho da paz, embraçando o escudo da fé e portando o capacete da salvação, nos defendemos dos ataques do inimigo. Tendo em punho a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus, orando em todo o tempo e sendo vigias perseverantes,
temos a promessa que as portas do inferno jamais prevalecerão contra os filhos de Deus.

Como é maravilhoso saber esta verdade! A grande bênção é que nós não precisamos derrotar o inimigo, pois Cristo já o venceu na cruz. O que precisamos é tomar a consciência de que somos mais do que vitoriosos, por meio do nosso Senhor Jesus. É uma verdade inquestionável, que todos nós estamos envolvidos numa luta espiritual, porém, também é uma verdade absoluta, que todo o regenerado pode celebrar a vida, pois é um triunfante em Cristo Jesus.

Tomaz Germanovix